Filda/2017 acolhe mais de 25 mil visitantes

Mais de 25 mil pessoas visitaram a exposição da trigésima terceira edição da Feira Internacional de Luanda (Filda/2017), decorrido de 26 a 30 deste mês, sob o lema "Diversificar a economia e potenciar a produção nacional, visando uma Angola auto-suficiente e exportadora".

Durante quatro dias de exposição que,  pela primeira vez aconteceu na Baía de Luanda, os visitantes que afluíram ao local mantiveram contactos com os expositores e beneficiaram de alguns serviços disponíveis na feira, designadamente, o serviço de saúde (gratuita), emissão do cartão de contribuinte (500 kwanzas), compras de diversos produtos e esclarecimentos de outros serviços.

Para o presidente do Conselho de Administração da empresa organizadora Eventos Arena, Bruno Albernaz, o balanço é positivo, tendo em conta as perspectivas de negócios que foram firmados e o número de participantes e visitantes que aderiram á feira.

Sem avançar dados sobre o volume de negócios da feira, o PCA referiu que os indicadores são satisfatórios, na medida que as intenções dos expositores foram maiores em voltar a participar nas próximas edições.

O evento, encerrado neste domingo, contou com a participação de mais de 200 expositores, entre nacionais e estrangeiros e teve como objectivo impulsionar o sector empresarial, dinamizando a produção e a exportação.

O grande vencedor desta edição foi a Sonangol, que arrebatou dois prémios das categorias de melhor participação do sector petrolífero na Filda/2017 e o grande prémio Leão de Ouro, respectivamente.

A Filda é um evento multi-sectorial de exposição e negócios que junta anualmente, desde 1983, empreendedores nacionais e de países de África, América, Europa e Ásia para expor produtos e serviços.

 

 

 

Angop